Harmonização facial


Fábio Azevedo
Cirurgião-dentista há 20 anos. Membro da Sociedade Brasileira de Toxina Botulínica e Implantes Faciais. Também é professor, palestrante e colunista social.




A harmonização facial é um conjunto de procedimentos que serve para dar proporções equilibradas para o rosto, tratando a face como um todo, globalmente, desde a parte dentária, muscular e cutânea, superficial até o lado mais profundo.

O principal motivo para a harmonização "bombar" é o fato de ela ser sem cortes: você consegue ter boca carnuda, testas sem rugas, queixo protuberante, nariz empinado, malar marcado, ângulo mandibular e queixo acentuado sem precisar passar pelo centro cirúrgico.

A beleza é uma característica relativa. No entanto, há algumas proporções que tornam os traços mais equilibrados. Em busca deste equilíbrio no rosto, a harmonização facial conquistou os corações das celebridades que buscam saúde e estética de forma menos invasiva.

A técnica full face engloba vários procedimentos em uma só sessão, como toxina butolínica e preenchimentos faciais. Na mesma sessão, pode-se fazer malar, nariz, lábios, queixo, ângulo de mandíbula, têmporas e por aí vai ... O trabalho pode ser realizado desde que seja o desejo do paciente e que exista a possibilidade técnica e biológica. Assim, uma avaliação minuciosa e anamnese são fundamentais. O profissional da saúde precisa ter domínio do assunto, que é conseguido com muito aprendizado ao longo de anos de estudos.

E assim a harmonização facial vai apresentando os preenchimentos faciais, com lindas esculturas labiais, rinomodelação, malares e queixos mais estruturados, bioestimuladores injetáveis ou por aparelhos, melhorando a estrutura dérmica, toxina butolínica para amenizar as rugas dinâmicas, os peelings e protocolos específicos para a epiderme, nutracêuticos e dermacosméticos específicos para cada paciente, fios de indução de colágeno e/ ou sustentação de tecidos faciais, bichectomia, redução cirúrgica da base do nariz, lipoaspiração mecânica da papada ou aminação com aplicação de enzimas, microagulhamentos, lasers, intradermoterapias para melhorar a hidratação, a textura da pele e o rejuvenescimento. Enfim, existe uma gama de procedimentos envolvidos. Importante, porém; é procurar um profissional que seja realmente apto, qualificado, experiente e que tenha profundos conhecimentos. "Ciência não é como receita de bolo." Precisa haver muito estudo e entendimento de cada processo biológico também. O cirurgião-dentista hoje está habilitado a fazer harmonização facial lindamente, desde que esteja de acordo com as condições citadas acima.

"Envelhecer é um fato, agora como isso vai acontecer só depende de nós!"