Dicas para um brunch perfeito


Cynthia Horiuchi


Cynthia Horiuchi. Foto: Paulo Lúcio

Brunch, perfeita mistura de café da manhã e almoço, geralmente servido no final da manhã e início da tarde. A ideia dele é exatamente substituir essas duas refeições em um dia que você está disposto a acordar mais tarde, mas não a deixar de se alimentar com qualidade. Prático e com aquela dose de sofisticação, é ideal para um agradável encontro com amigos ou familiares, aniversários e até casamentos. Portanto, seguem algumas dicas para você organizar aquele brunch perfeito.


Foto: Paulo Lúcio


A hora ideal do brunch é entre 10h e 11h, finalizando por volta de 15h ou 16h. O brunch combina muito com ambientes externos ou com boa incidência de luz solar. Escolha varandas, salas com muitas janelas ou até restaurantes com área externa. Fartura é a regra básica do brunch. Afinal, ele substitui duas refeições. Portanto, ofereça pratos que aliem o melhor de um café da manhã caprichado e um almoço leve. No brunch, a descontração dá o tom do encontro. Organize o ambiente de modo que as pessoas possam circular e conversar. Faça uma decoração leve, condizente com o horário do evento, mas que mostre seu cuidado e carinho. Flores, guardanapos coloridos com toalhas claras, louça delicada e alegre. Lembre-se também de garantir boa música, mas que seja suave e agradável. No cardápio: frios e queijos, diferentes tipos de pães, patês e geleias, frutas, canapés, croissants recheados, saladas, quiches, tortas salgadas, empadões, omeletes são perfeitos para um brunch caprichado. As bebidas podem incluir opções alcoólicas. O drink Mimosa, preparado com suco de laranja e espumante, é um clássico do brunch. Mas, você pode servir também, só espumante, aperol, vinho branco, claricot ou até uma cerveja pilsen. E para finalizar deliciosas tortas doces, saladas de frutas e mousses.


Foto: Paulo Lúcio