Maria dos Reis Amâncio


Mulher sinônimo de luta, honestidade e fé recebe homenagem dos filhos

Jornalista Waleska Ramos


Maria dos Reis e seus treze netos.


Ela não é só mãe, dona de casa, trabalhadora, religiosa, mas todas essas opções ao mesmo tempo. Maria dos Reis Amâncio é exemplo e tem muitas histórias de lutas e conquistas para contar, inclusive conquistou um espaço que poucas conseguiram em seu lugar. Maria, que completou 80 anos em janeiro, foi casada por 25 anos com Alaor Amâncio de Sousa, porém ficou viúva aos 43 anos de idade. A partir de então, ela, que sempre viveu pelo marido, intensificou sua trajetória de mãe dos treze filhos, treze netos e uma bisneta. “Minha mãe deixa um legado de educação, honestidade e cristianismo. É uma mulher de reputação ilibada”, conta seu filho Ronaldo Amâncio.

Embora Maria dos Reis seja uma mulher simples, nascida em Tiros (MG), sempre se destacou como uma pessoa de fibra, que para cuidar de seus filhos não media esforços, trabalhava como doméstica, vendia artesanatos, viajava, procurando por meios honestos conseguir cuidar e criar seus filhos. Sempre vislumbrou o futuro deles e batalhou para que cada um tivesse a oportunidade de estudar e se tornar alguém na vida adulta. “Ela ensinou que o trabalho dignifica o ser humano. Estudamos para trabalhar e investir na carreira. Enquanto muitos trabalham para investir na sua vaidade, ela nos ensinou a investirmos no nosso futuro. É um legado que devemos a ela. O mais gostoso é saber que hoje ela vive e desfruta do sucesso de seus filhos, cada um com sua formação e trabalho”, comemora Ronaldo. Esses ensinamentos e valores foram passados entre gerações, ainda segundo os relatos de Ronaldo, sua avó Lázara Maria Lino teve uma grande parcela de contribuição na criação de seus netos, pois auxiliou muito a Maria dos Reis, sempre enfatizando o amor, o respeito e a importância do trabalho. Os netos são criados nos mesmos moldes e maneiras, baseados no respeito com os mais velhos, em especial aos avós.


Maria dos Reis Amâncio com as filhas.


Artista

Maria dos Reis Amâncio, hoje com 80 anos de idade, lúcida, mas portadora do Mal de Parkinson, ainda é uma artista. Nem mesmo a enfermidade foi capaz de limitá-la. Muito pelo contrário, hoje em dia ela se tornou uma artesã, que pinta quadros, telas, vidros e mostra que a vida pode ser mais leve e melhor através da arte. Segindo Ronaldo, sua mãe nunca está de mau humor ou desmotivada. “Ela está sempre feliz, evangélica fervorosa, ainda cuida de todos os afazeres da casa até hoje, inclusive briga comigo quando percebe o quarto um pouco desorganizado”, brinca. Ela vive sua velhice bem, colocando Deus em primeiro lugar, pois a fé dela é inabalável e já viveu milagres que só fortificam ainda mais a crença no Criador. “Um desses casos foi quando o médico desacreditou de um dos filhos de Maria dos Reis, afirmando que não andaria, não falaria, e hoje é um homem perfeito e empresário de sucesso, relembra Ronaldo Amâncio. Maria dos Reis Amâncio não deixa dúvidas da mulher guerreira que foi e continua sendo para todos que a cercam e têm o prazer de sua companhia. Seu filho relembra um fato que marcou e deixou todos felizes. No dia de seu aniversário, ao ser questionada se estava pronta para os 90 anos, ela então sorriu e disse: “90 anos não, estou preparada para os meus 100 anos”. Com certeza chegará lá, com a mesma alegria, disposição e fé.


Depoimentos

“Minha mãe é sinônimo de gratidão, perseverança, coragem, luta, retidão e amor”

Ana Lázara Amâncio de Sousa


“Minha mãe é meu maior orgulho, minha heroína”

Anderson Amâncio de Sousa


“Mãe, meu maior orgulho, exemplo de superação, perseverança e coragem. Tudo o que sou devo a Maria dos Reis Amâncio”

Ana Cristina Amâncio de Sousa


“Maria dos Reis é mais do que uma mulher, é uma mãe que nunca mediu esforços para criar seus filhos”

Ronaldo Amâncio


“Minha mãe é símbolo de força, fé, perseverança e resiliência. Maria dos Reis Amâncio carrega consigo a força de uma guerreira que não sabe o que retroceder”

Moisés Amâncio de Sousa


“Se tem uma pessoa que tem fé em Deus, crê e vive os milagres dele, essa pessoa é minha mãe”

André Luis Amâncio de Sousa


“Mãe, mulher virtuosa a qual Deus me deu a honra e o privilégio de ser filha”

Andréa Paula Amâncio de Sousa


“Minha mãe é meu tesouro”

Daniel Amâncio


“Falar da minha mãe falar de uma mulher que não abriu mão de seus princípios como honra, ética, caráter, dignidade, bondade, lealdade, fé, amor, força, coragem e esperança para vencer as dificuldades sem se corromper e acreditando sempre que Deus nos daria uma manhã melhor. Simplesmente nossa mãe”

Ariovaldo Alício Amâncio de Sousa


“Uma mulher que não temeu a vida e ensinou seus filhos a não temerem e mostrou-lhes o caminho da fé em Deus. Essa é minha mãe”

Artur Amâncio de Sousa Neto


“Maria, a melhor mãezinha do mundo”

Cristiane Amâncio de Oliveira


“Agradeço a Deus por ser um primogênito de uma mulher guerreira e abençoada por Deus, inspiradora da fé de Jesus Cristo em nossos corações”

Alaor Amâncio de Sousa Filho


“Não tenho palavras para agradecer o carinho e a atenção que dedicou a mim todos os dias da minha vida. A senhora é um exemplo de fé, ousadia, superação e honestidade. A sua arte em educar sempre me mostrando o que é errado fez de mim o que sou hoje e, por isso, quero te dizer ‘muito obrigado, minha mãe’”

Cristiano Amâncio de Sousa


Maria dos Reis e seus treze filhos

11Jul
11Jul