Desvendando a Moda - Moda pós-pandemia


Nathália Marinelli


A pandemia acelerou mudanças e processos. Na moda, não foi diferente. Moda é como o comportamento e a maneira de consumir reflete no nosso visual. O novo normal nos pede mais responsabilidade de consumo e uma adesão urgente ao slow fashion



O slow fashion atua em diversos âmbitos: preza pela diversidade, prioriza o local em relação ao global, promove consciência socioambiental, contribui para a confiança entre produtores e consumidores, pratica preços reais que incorporam custos sociais e ecológicos e mantém a produção entre pequena e média escalas. 



A opção do slow fashion, além de gerar economia de recursos, proporciona a economia financeira a longo prazo, já que o consumo passa a ser por peças de maior qualidade e durabilidade. Vestir-se, incontestavelmente, é uma maneira de se comunicar com o mundo. Se temos uma nova realidade, também precisamos de uma nova comunicação. As peças precisam refletir o estilo de maneira autêntica e única. O vestir é muito mais do que comprar roupas. É comunicar o que você pensa. Já pensou que você pode passar uma mensagem errada, completamente diferente do imaginado? 

Optar por peças de qualidade e atemporais passou a ser uma necessidade, pois elas têm uma vida mais longa no guarda-roupa. Pense que além de ter peças melhores, você também ajudará o mundo. Vamos?



Nathália Marinelli

Designer e Branding de Moda. Formada em Design de Moda e especialista em Marketing Digital, Branding de moda (ESPM SÃO PAULO), Instagram (ESPM SÃO PAULO), Moda e Internacionalização (IED MILÃO) e Moda e Storytelling (ESMOD PARIS). 


* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Mulheres. O conteúdo é de total responsabilidade da autora. 


Siga a Revista Mulheres no Instagram (@revistamulheresoficial) e no Facebook (@mulheresuberaba).