Elisa Araújo - A primeira prefeita de Uberaba


Em 29 de novembro passado, mineiros de quatro cidades (Contagem, Governador Valadares, Juiz de Fora e Uberaba) voltaram às urnas para o segundo turno das eleições municipais de 2020. Dos oito candidatos, três eram mulheres. Todas levaram. Elisa Gonçalves de Araújo foi uma delas.



Elisa Araújo
Estreante na política, Elisa é especialista em Gestão de Negócios e formada em Arquitetura e Urbanismo. Vem da indústria de calçados e dos setores de hotelaria e de transporte.
Presidiu a Regional Vale do Rio Grande da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e, posteriormente, tornou-se a primeira prefeita de Uberaba, em 200 anos. A empresária de 38 anos foi eleita com 85.990 votos (57,36%). Ao lado de Moacyr Lopes, Elisa presidirá o Município no quadriênio 2021/2024.
"Naturalmente, por ser mulher e uma das primeiras a lançar candidatura à prefeitura de Uberaba, em ambiente dominado por homens, a gente sofre algumas situações de forma velada, outras nem tanto. Mas, nada que pudesse gerar um impacto muito grande. Cada momento de enfrentamento dessas situações me dava mais força para continuar”, afirma a prefeita Elisa.
Para o doutor em Bioética e professor e mestre em Filosofia Sávio Gonçalves dos Santos, a vitória de Elisa representa uma mudança de patamar na realidade política uberabense e um ponto de emancipação política feminina - especificamente na cidade.
“Mas não chega nem perto daquilo que a gente consiga fazer ou precise fazer”, pondera, destacando que o Brasil ainda é um país com pequena participação feminina em cargos eletivos ou de representatividade.
Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o percentual de mulheres eleitas para o cargo de chefe do Executivo no país, no primeiro e segundo turnos de 2020, foi de 12,08%, apesar de elas representarem mais de 52% do eleitorado brasileiro.
O número expõe a baixa representatividade, mas supera timidamente a porcentagem de prefeitas eleitas em 2016, na primeira e segunda etapas, registrando 11,52%, também nas eleições ordinárias.



Surpresa
Em uma das primeiras pesquisas de intenção de voto, Elisa não alcançava nem 1% das intenções de votos válidos. Ela disputou o pleito com populares do meio político, entre ex-vereadores, ex-deputados estaduais e detentor de cargo eletivo na Assembleia de Minas Gerais.
Para o mestre em Filosofia, a candidata do Solidariedade conseguiu captar boa parte do eleitorado que estava indecisa ou insatisfeita com os grupos políticos existentes, chegando ao segundo turno e posteriormente, à vitória.
Essa tendência de comportamento nas urnas cresceu, sobretudo, a partir de 2013 e representa cerca de 30% do eleitorado no país, segundo o professor. “Não são nem esquerda nem direita”, descreve. “Não aprovam o presidente, mas também não apoiam o pessoal da esquerda”.
O triunfo de Elisa se deve, majoritariamente, por tornar-se uma opção para os insatisfeitos e indecisos, na análise de Santos.

Uma gestão mais feminina

Pela primeira vez um número expressivo de mulheres nomeadas para os cargos de primeiro escalão do governo municipal. São pelo menos sete, entre secretárias interinas e permanentes e também a assessora especial de captação e parcerias, comprovando que Uberaba conta com muitas lideranças femininas, dotadas das competências necessárias para assumirem postos de comando também na gestão pública. Só é necessário dar-lhes oportunidade de atuação para colocarem a serviço do município, suas qualidades e habilidades.


As mulheres do primeiro escalão da gestão Elisa Araújo


Sidnéia Aparecida Zafalon Ferreira

Secretária de Educação


Celi Camargo 

Secretária de Comunicação


Poliana Helena de Souza 

Controladora-geral


Indiara Ferreira 

Secretária de Governo


Fabiana Gomes Pinheiro Alves 

Procuradora-geral Interina e Adjunta


Gicele Gomes 

Secretária Interina e Adjunta de Desenvolvimento Social


Míria Rezende 

Chefe de Gabinete


Erika Cristina da Cunha 

Assessora Especial de Captação e Parcerias


Looks Elisa Araújo: Ateliê Frank Prado. Produção: Frank Prado. Make & Hair – Bruna Araújo. Fotografia: Arthur Matos. Pós-produção: Kauê Cardoso.


Siga a Revista Mulheres no Instagram e no Facebook  

11Jul